Minhas costurinhas

Estou muito feliz. Consegui fazer o meu primeiro vestido. Comprei um tecido barato para, no caso de dar errado, não perder um bom tecido (rsrsr). Mesmo assim, é um tecido bem fofo, todo florido. Acho que gastei uns R$ 20 nele todo e ainda sobrou bastante. O mais legal desse vestido e que me deixa ainda mais orgulhosa é o fato de que fiz ele todo forrado, ou seja, as costuras estão todas escondidas. O forro custou ainda mais barato que o tecido.

O modelo é um vestido básico e feito na medida para mim. Fiz toda a etapa da modelagem e produção do molde. Depois, fiz a peça base ainda na aula de costura no Ateliê 1/4 de Vestir. Como o modelo base ficou adequado, não fiz ajustes no molde.

A partir da produção desse vestido já estou pensando em outros modelos derivados e usar tecidos diferentes. Vou mostrar todos aqui ;).

SAMSUNG

Nas outras peças que fiz, apanhei muito para colocar o zíper, mas graças a uma dica da minha querida professora Aniele dessa vez coloquei o zíper sem muito drama (rsrsr).

SAMSUNG
Costas do vestido

Detalhe do tecido do vestido:

SAMSUNG

Quando comecei o curso, por causa do pouco tempo que tenho para me dedicar à costura, achei que nunca conseguiria fazer um peça com essa qualidade. Fiquei muito satisfeita e com mais ânimo de aperfeiçoar os conhecimentos no área de moda.

E aí, o vestido está aprovado?

Curso finalizado

Como já disse aqui no blog, estava fazendo um curso de costura no ateliê 1/4 de Vestir. Na semana passada, terminei o curso. Só faltei no módulo vestido, mas aprendi a fazer as bases para blusa, saia e calça. Aprendi a preparar o molde de acordo com a medidas de cada um. E o meu molde base foi do meu próprio corpo.

Eu e Tamara, uma das minhas professoras da 1/4 de Vestir, no último dia de aula
Eu e Tamara, uma das minhas professoras da 1/4 de Vestir, no último dia de aula

Depois de fazer todo o processo de produção de molde, que, eu garanto, dá muito trabalho, produzimos uma peça base (em um tecido bem barato – morim), para fazer os devidos ajustes.

Peça-piloto em morim
Peça-piloto em morim

Até ontem, nunca tinha feito uma peça de verdade para ser usada. Comprei esse brim (azul BIC) há umas três semana e resolvi, finalmente, fazer uma saia. Apresento, então, a primeira peça produzida por mim.

Usei a saia com um blusa mullet que comprei na C&A por R$ 30 e um peep toe
Usei a saia com um blusa mullet que comprei na C&A por R$ 30 e um peep toe

A blusa preta deu um contraste interessante com o azul e não ficou sem graça por causa dos desenhos florais delicados.

Quem quiser conhecer o ateliê, as peças que Tamara e Anielle produzem ou mesmo fazer o curso, é só acessar http://umquartodevestir.com.br.

 

Costurinhas

Quanto mais aprendo sobre corte e costura, mais admiro que trabalha com isso. É muita dedicação, precisão e delicadeza. Não é para qualquer um. Eu, por exemplo, estou apanhando para a colocação de um zíper em uma calça… ô ciência difícil…rsrsrs. Fora o curso que estou fazendo no ateliê 1/4 de Vestir, que já coloquei aqui, comprei dois livros para me auxiliar nesta tarefa de, um dia, conseguir produzir minhas próprias roupas.

Essa vai ser a dica de hoje: livros sobre costura. Os conteúdo são muito parecidos, nos dois livros, então, sugiro que invista em um livro bem completinho que é o “Corte e Custura: guia definitivo”. Ele custou R$ 80, ganhei de presente dos Dia dos Namorados, mas a compra foi feita comigo, na livraria lá do Shopping da Ilha (esqueci o nome rsrsr).

Ele traz detalhes de material para montar os seu kit de costura, explica como fazer detalhes de acabamento, como tirar medidas, cria peças do 0 e ajustar peças já prontas. Muito bom!!!

O “Costura passo-a-passo”, também, tem muitos informações boas, mas não é completo. Ele custou R$ 40 e foi comprado na mesma livraria.

SAMSUNG

Costurinhas

Tantas novidades e tão pouco tempo para compartilhar. Muito chato isso…mas vamos lá. Concluí o meu primeiro projeto de costura do curso: uma bolsa para carregar os materiais. As réguas de alfaiate são muito grandes e não é fácil carrega-las com as linhas, agulhas, máquina de costurar, tecidos, papéis e afins por aí. Por isso, Anielle e Tamara, minhas queridas professoras, nos ensinaram como produzir um bolsa para carregar o material. Além deste fim prático, como a bolsa, pudemos entrar em contato com alguns conceitos básicos da costura e aprender, aos poucos, a produzir moldes, tirar medidas etc.
A bolsa é dupla face e tem dois bolsos frontais para carregar tesouras, lápis e outros materiais. Olha só como ficou:

405743_456722141076604_1798915607_n

Nesse sábado (25), aprendemos como fazer um molde básico para blusa. A coisa começou a complicar, mas com cuidado e treino não fica muito complicado. É ter disposição para começar, apagar, recomeçar, apagar de novo, até que fique tudo perfeito. No curso aprendi que centímetros fazem muita diferença na costura…é preciso tentar a perfeição o máximo possível, ainda que não se alcance. O resultado vai ser uma peça bem costurada, sem folgas e ajustada ao corpo. Olha a aula da blusa:

579394_459369784145173_1445053464_n

O que eu já aprendi:

1 – Usar moldes é válido sim, mas fazer o seu é muito mais prazeroso.
2 – Muito cuidado é pouco com os materiais, senão você acaba se machucando.
3 – Com os materiais certos você faz a coisa certa. Nada de usar a mesma tesoura para cortar tecido e papel.
4 – Um ponto ajustado permite uma melhor visualização de cada ponto, um folgado parece um linha reta.
5 – Tentar sempre encontrar formas de esconder a costura.

Meu primeiro dia de treino…

Gente, meu curso de costura começou. E estou adorando, embora as minhas costas tenham ficado doloridas de tanto fazer exercício…rsrsrsr. É a PVC (Porra da Velhice Chegando)!!! Basicamente, neste primeiro dia, conhecemos alguns materiais que vamos trabalhar (giz, moldes, papel, tecido etc) e aprendemos como tirar medidas. Além disso, fizemos vários exercícios na máquina de costura para deixar a prática afinada na hora de costurar em linha reta, em curva, em ziguezague, enfim…

Para a próxima aula, já vamos começar a produzir uma bolsa, até para guardar os instrumentos de trabalho. Vou mostrar o andamento dela aqui. Na turma da tarde, somos cinco alunas e a Anielle e a Tamara são muito pacientes na hora de ensinar. Dá só uma olhada nas fotos que elas tiraram da gente durante a aula (#tenso rsrsr):

180267_581337591906092_1519501729_n

525270_581337715239413_178620523_n

Curso de costura

Já falei aqui do meu lindo presente de aniversário: a minha máquina de costurar. Pois bem, neste sábado vou fazer a minha primeira aula de costura. O curso é oferecido pelo ateliê 1/4 de vestir, que fica no Renascença. Cada módulo custa R$ 60. Pretendo aprender muitas coisas legais e, o que for possível, vou compartilhar aqui. Antes de fazer o curso, já comecei a usar na máquina e tentar costurar alguma coisa, com os moldes da revista Manequim. Tô fazendo um vestido. Olha só como ele está ficando:

320869_451864511562367_1539593790_n

Para quem tem interesse em aprender a costurar, vou deixar umas imagens do lindo ateliê 1/4 de Vestir, só para dar mais vontade de se inscrever no curso, e o link http://umquartodevestir.com.br/:

397821_494885487233101_1246661356_n

Presentinho

Meu aniversário foi no dia 25 de março e ganhei do meu namorado um presente maravilhoso, que, há tempos, vinha espiando: uma máquina de costura. Ainda não tinha compartilhado aqui, por pura falta de tempo. Tô até devendo uns posts sobre uns produtinhos legais, mas assim que passar o concurso que farei na próxima semana, prometo melhorar na dedicação às postagens.

Não sei costurar à máquina, mas sempre tive vontade de aprender e é isso que farei agora. Já estou com um projeto de um vestido fácil que peguei na tradicional revista Manequim. O desafio é concluí-lo (rsrsr). Parte das peças já estão cortadas. Independentemente do resultado final, vou mostrar aqui.

O legal é que vou fazer um curso de costura, no ateliê 1/4 de Vestir, que produz roupas lindas com estampas maravilhosas e, também, ministra cursos. Quem quiser conhecer é http://umquartodevestir.com.br.

Meu mimo:

SAMSUNG

Fazendo os primeiros moldes no chão da sala:

SAMSUNG