Restaurante em Gramado

Em Gramado, não faltam opções de locais para comer uma boa e farta refeição. Mas como é sempre bom ter uma referência, aí vai a minha indicação: restaurante Di Pietro. Ele fica bem ao lado da Igreja Matriz São Pedro, no Centro de Gramado.

DSC06345

Na entrada, já dá pra ir experimentando uma cachaça para esquentar. Você tem duas opções de serviço, o livre, no qual você paga um preço fixo (R$39,90, por pessoa) e come o que quiser do buffet, e por peso. Eu fiz a opção por livre e não me arrependi. São muitas opções de saladas, carnes e sobremesas. Não deixe de experimentar o  entrecôte, que consiste na ponta do contra-filé, e é macio e suculento.

O toque especial do restaurante fica por conta da decoração que é sofisticada e rústica ao mesmo tempo. Dá só uma olhada:

wpid-20150612_135736.jpg

O único risco é se empolgar e acabar comendo um pouco demais. Olha só o “pratinho” do meu namorado:

DSC06343O restaurante tem, ainda, um buffet de sopas e cremes, que não cheguei a experimentar. Afinal, Gramado tem tantas opções de restaurantes legais que cada hora se quer comer em um lugar diferente. É uma cidade que vale a pena desbravar e se deliciar. Os posts sobre a cidade não vão parar neste. Aguarde que, em breve, trago mais dicas.

Anúncios

Sobre amar a si mesmo

Olhar para o espelho e se gostar não deveria ser uma tarefa tão árdua. Só que, diariamente, somos bombardeados com modelos, por vezes, impossíveis, e determinações do que bom e do que não é, do que é belo ou feio. Aí, o que deveria ser fácil se torna tão difícil.  Uma hora, desistimos de lutar e acabamos por fortalecer os mesmo estereótipos que nos solapam.

Eu, por exemplo, cresci em meio a vigilantes do peso, apelido carinhoso que eu dei a todas as pessoas da minha família que faziam questão de notar cada grama aumentado. Quando adolescente, achava estranho o fato de que todas aquelas atrizes lindas e maravilhosas, que apareciam nas revistas fitness, pesassem 10 kg a mais que eu, mesmo sendo bem mais altas… Enfim, cresci e comecei a encontrar coisas positivas no meu exterior. Nem todos os dias acordo me achando linda, mas todos os dias acordo sabendo que é o meu sorriso a parte mais bonita de mim…

E esta crença se fortalece cada vez que pessoas lindas como a Ju Romano surgem no mundo e topam posar para uma das revistas mais conhecidas por fortalecer um ideal feminino magro. Espero que este grande passo não seja esquecido nas próximas edições. Já passou da hora do jornalismo se mostrar mais crítico com o seu savoir faire.

Quem quiser ler o que a própria Ju escreveu sobre a capa é só clicar aqui.

Abaixo a capa:

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para um dia de chuva

Cartaz: Divulgação
Cartaz: Divulgação

Um domingo de chuva, como hoje está sendo em São Luís, merece cama, edredom e filme gostoso. E a minha sugestão leva a palavra gostoso a outro patamar. O longa “A 100 Passos de um Sonho” foi lançado em agosto do ano passado e, com certeza, é fácil de encontrar para assistir. Dirigido por Lasse Hallström, o filme conta com a sempre impecável atuação de Helen Mirren.

A história se passa no sul da França, onde Madame Mallory (Helen Mirren) é a dona de um restaurante estrelado no famoso guia Michelin. Bastante controladora, ela passa a se preocupar quando um estabelecimento que foca na culinária indiana,  abre do outro lado da rua do seu empreendimento. A guerra entre os restaurantes vizinhos começa, em meio a isto, um romance se forma, e a troca de experiências entre duas culturas tão diferentes muda a vida de Mallory e de Hassan Kadam (Manish Dayal), filho do proprietário do restaurante indiano e que possui um talento ímpar para a culinária.

O que parece ser uma confusão, na tela, mostra-se uma história cativante, simples e que aquece a alma em um dia frio. A fotografia é belíssima e os pratos dão vontade de arrancar da película. Quem sabe você até se anime para preparar algo especial para a família neste domingo… No meu caso não rolou, porque a cozinha não gosta de mim… 😦 Confira o trailer do filme:

Paper Towns

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foi divulgado, nesta semana, o trailer de “Paper Towns“, que promete ser o filme fofo da vez. Até porque, é uma adaptação de um livro do John Green, mesmo autor de “A culpa é das estrelas”. Não li nem este, nem aquele. Portanto, só posso falar da adaptação cinematográfica. “A culpa é das estrelas” é um filme dramático (prepara o lenço sem medo…). As personagens não são complexas, mas fogem do velho modelo adolescente ao serem leves, mesmo carregando o fardo do câncer.

Já “Paper Town” conta a história de Quentin Jacobsen (Nat Wolff – lindinho!) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne –  “A” sobrancelha). Ele é apaixonado, porém, não correspondido (Quem nunca?). Só que, um belo dia (ou, mais precisamente, noite), a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Depois da noite de aventura, Margo desaparece, mas, deixa algumas pistas sobre o seu paradeiro. Assista ao trailer:

E, pra quem gostou da música do trailer, é a Smile, do cantor e compositor americano Mikky Ekko. Confira o clipe:

O filme estreia no dia 16 de julho deste ano. E aí, acha que vale a ida ao cinema?

Pra animar

Hoje é sexta, dia de já ir se preparando para o fim de semana. Então, fica uma sugestão de playlist (com música pop, indie rock e folk music).

Primeiro, o cantor inglês George Ezra e sua linda canção “Budapest”:

A segunda dica é da parceira do trio de irmãs Haim (Este, Alana e Danielle) com o produtor, músico, letrista, cantor, compositor e DJ escocês, Calvin Harris. “Pray to God” é uma musiquinha pra dançar como se não tivesse ninguém vendo…rsrsrs.

A terceira dica é do ruivinho fofo Ed Sheeran. Cantor e compositor britânico. “Don’t” não é nenhuma novidade, mas vale a pena ouvir.

Por fim, a, também, ruiva linda Florence, com “What Kind of Man”, do álbum  “How Big How Blue How Beautiful”.

Para o dia de preguiça

O Viveiro Tracóa é aquele lugar lindo, que quase todo mundo já conhece, mas que eu só tive oportunidade de visitar recentemente e corresponde exatamente ao que as pessoas comentam. Lá, são realizados eventos e muitos aproveitam para fazerem seus ensaios fotográficos de casamento, por exemplo.

Além da beleza natural, há um restaurante self-service que funciona tanto no café da manhã quanto no almoço. O restaurante funciona aos sábados, domingos e feriados das 7h às 16h. É lugar perfeito para visitar com a família e passar um dia preguiçoso. Além da plantas ornamentais e frutíferas, o local tem animais como peixes, aves e coelhos.

Para quem se interessou, o Viveiro fica na estrada antiga de Ribamar, na MA-201, ao lado direito, sentido São Luís/São José de Ribamar. Vale a pena a visita.

Este slideshow necessita de JavaScript.